Vereadores solicitam reunião para tratar da segurança das barragens na região

02

Salto, 1º de fevereiro de 2019

Na manhã desta sexta-feira, dia 1º, os vereadores Edemilson Pereira dos Santos, Márcio Conrado e Cícero Landim oficiaram autoridades ambientais do Estado de São Paulo, além dos membros dos grupos de trabalho em prol do rio Tietê (CETESB, DAEE e EMAE), para o agendamento de uma reunião para tratar sobre a fiscalização e segurança das barragens nas cidades de Salto, Salto de Pirapora e Itu.

De acordo com a imprensa, existe a possibilidade das barragens hidrelétricas dessas três cidades se romperem, causando desastres para as cidades citadas. O fato causou alarde na população saltense, tendo em vista a tragédia ocorrida em Brumadinho/MG, e logo surgiram as cobranças para que os vereadores intermediassem medidas e informações sobre os riscos que essas barragens causam, se possuem laudos de fiscalização dos devidos órgãos e relatórios atualizados das condições.

barragens

Os vereadores Edemilson e Márcio também realizaram uma visita em Pirapora do Bom Jesus nesta manhã, onde conversaram com a presidente da Câmara Municipal, Cristiane Bugalho, a fim de esclarecer dúvidas. De acordo com um documento apresentado aos vereadores saltenses, a Prefeitura da cidade vizinha apresentou, em 29 de janeiro deste ano, o pedido ao presidente da EMAE, Dr. Luiz Carlos Ciocchi, notificando sobre a apresentação de laudo de Estabilidade Estrutural, comprovando que não há riscos para a população daquele município.

01

Ainda serão oficiados pelos vereadores o prefeito Geraldo Garcia e o secretário municipal do Meio Ambiente, César Piva, para o trabalho em conjunto e participação na reunião de trabalho a ser agendada. “Queremos saber informações e documentos assegurando essas barragens em nossa região, em vista do que fora divulgado na imprensa local e nacional e vamos cobrar fiscalização permanente, relatórios, laudos e demais medidas, de forma a tranquilizar os moradores dessas cidades”, destacam os vereadores saltenses, que ainda aguardam um posicionamento da EMAE sobre a barragem que está instalada em Salto.Os vereadores também solicitam às autoridades a retomada do grupo de trabalho em prol do rio Tietê, iniciada no ano de 2017 e paralisado com a eleição nacional e mudança na Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

03

Nota da EMAE – Em nota de esclarecimento divulgada nas redes sociais, a EMAE (Empresa Metropolitana de Águas e Energia) de Pirapora do Bom Jesus, informou que a Barragem não apresenta nenhum tipo de risco estrutural, operando dentro de todas as normas previstas na legislação vigente, sem restrição de qualquer tipo. Que a estrutura conta com plano de segurança de barragem que contempla manutenções preditiva e preventiva, inspeção regular de segurança, além de leitura de instrumentação e análise dos dados semanalmente.

Ressalta ainda que a estrutura conta com uma equipe de profissionais, especialistas em segurança de barragens que supervisiona sua condição estrutural e operativa, atendendo todas as regras de segurança requeridas para esse tipo de equipamento.

Por fim, pontua que apesar da barragem de Pirapora ser classificada como de potencial dano associado alto, tendo em vista sua proximidade com o centro urbano, isso não significa que exista o risco de ruptura de estrutura.

A EMAE esclarece que adota as medidas práticas de engenharia para a manutenção da barragem, assegurando a segurança da população.

*Com informações do vereador Edemilson Pereira dos Santos.