Câmara de Salto vai economizar mais de R$ 2 mil mensais com serviços de telefonia e internet

reuniao telefonia internet

Salto, 30 de janeiro de 2019

A Câmara de Salto terá uma economia mensal em torno de R$ 2.070,00 com a prorrogação, por mais um ano, do contrato de prestação dos serviços de telefonia e internet na Casa de Leis.

O presidente do Legislativo saltense, vereador Lafaiete Pinheiro dos Santos, esteve reunido no último dia 21, segunda-feira, com o gerente de Negócios da Telefônica Brasil S.A. (Vivo) na região de Sorocaba, Denilson César Gonçalves, e as servidoras Rosângela Candelária Mantovani Martins (secretária legislativa de Administração) e Daniela Momesso (assistente legislativa de Administração), para discutir melhorias referentes ao novo contrato.

Entre janeiro de 2017 e janeiro de 2018, no primeiro período de vigência do contrato – que pode ser prorrogado anualmente até o limite de 60 meses –, o valor mensal pago à Vivo era de R$ 7.791,02, englobando serviços de telefonia fixa analógica, tronco digital, ramais, internet banda larga e internet dedicada para o Legislativo saltense, havendo ainda a cobrança do excedente das ligações realizadas pelo uso de telefonia fixa (PABX).

O contrato foi prorrogado por mais um ano em janeiro do ano passado, pelo mesmo valor mensal. Passados seis meses, porém, houve uma repactuação de valores de julho de 2018 até janeiro deste ano, diminuindo o valor pago para R$ 6.151,68 ao mês e melhorando a internet dedicada, que passou de 10 Mbps para 40 Mbps. Além disso, continuou havendo a cobrança do excedente pelo uso do PABX, numa média mensal de R$ 1.900,00.

No novo contrato, com vigência até janeiro de 2020, o valor acordado é de R$ 5.986,88 mensais para todos os serviços já oferecidos. O valor da telefonia fixa (PABX) deixa de ter cobrança de excedente, ou seja, as ligações serão ilimitadas. Com a repactuação dos valores contratados, a Câmara terá uma economia mensal em torno de R$ 2.070,00. A Vivo também firmou o compromisso de trocar, sem nenhum custo adicional, a linha da internet via modem – passando de ADSL para fibra ótica –, melhorando assim a velocidade de navegação.

“Em um ano, vamos economizar quase R$ 25 mil. Na próxima renovação do contrato, buscaremos novamente melhorar o valor mensal. Além dessa economia, a mudança para a fibra ótica vai garantir mais estabilidade na velocidade de conexão à internet”, destacou o presidente Lafaiete.