Moradores do João Jabour protestam e pedem ligação de esgoto no bairro

protesto Joao Jabour esgoto

Salto, 10 de janeiro de 2019

O bairro João Jabour tem mais de 40 anos, mas ainda carece de pavimentação nas ruas e de rede de esgoto. Constituiu uma Associação Amigos do Bairro atuante há dois anos e que na última quarta-feira, dia 09, pela manhã, teve a iniciativa de realizar um protesto em frente a uma obra particular de rede de esgoto, que passará por dentro do bairro sentido a um empreendimento imobiliário na região do Buru.

No entanto, o bairro não será beneficiado com o serviço. Com isso, os populares manifestaram o repúdio e fizeram com que as obras ficassem paralisadas até a chegada de um representante do Poder Executivo para dar um posicionamento.

Os moradores convidaram vários vereadores, porém somente o vereador Edemilson Pereira dos Santos compareceu para participar do ato, visto que ele, juntamente com Márcio Conrado e Cícero Granjeiro Landim, tem cobrado o SAAE há mais de 1 ano para investimentos no bairro e projeto para realização da obra, mas sem um parecer.

O superintendente do SAAE, Pérsio Augusto de Paula, e o chefe de Gabinete do prefeito, Jesuíno Dutra, compareceram ao local, após contato feito pelo vereador Edemilson, em vista de que os moradores aguardavam um retorno.

Segundo informado por Pérsio, será apresentado um projeto até o final deste mês, relacionado à rede de esgoto do João Jabour, tão reivindicada. O documento será entregue ao presidente da Associação Amigos do Bairro, Joanilson.

Pérsio declarou que o projeto tem estimativa de custo de R$ 300 mil, prometeu contatar uma empresa para fazê-lo e buscar financiamento para a obra. Questionado pelo vereador Edemilson se não havia engenheiro na autarquia para elaborar o projeto e economizar o montante, o qual já seria metade do investimento no bairro, o superintendente negou e enfatizou não ser prioridade do SAAE fazer o projeto, por isso tentará financiamento junto ao Governo Federal. Lembrando que o orçamento do SAAE deste ano é de R$ 24 milhões.

Aproveitando a presença dos representantes do Executivo, o vereador Edemilson pontuou outras necessidades dessa região, como drenagem, pois, durante as chuvas, as ruas do bairro são prejudicadas com as enxurradas fortes que desembocam do trecho do condomínio Piccolo Paese, além da manutenção e reconstrução da calçada caída na cabeceira da ponte da rua Vaticano.

A Polícia Militar acompanhou toda a manifestação, que ocorreu de forma ordeira e pacífica.

*Com informações do vereador Edemilson Pereira dos Santos. Foto: Divulgação.