Bocas de lobo entupidas e falta de transporte coletivo são problemas da Vila dos Eucaliptos apontados pelo vereador Edemilson

Jd. Eucaliptos 1

Salto, 1º de outubro de 2018

No final de setembro, o vereador Edemilson Pereira dos Santos esteve no bairro Vila dos Eucaliptos onde constatou o entupimento das bocas de lobo da rua Zilda Arns Neumann, esquina da via Álvaro Scalet, no Jardim dos Eucaliptos.

“É preciso que seja feita a manutenção para evitar transtornos aos moradores, pois alaga toda a via e dificulta a passagem dos pedestres. Será preciso o emprego de hidrojateamento com sucção para resolver a situação. Essa rede de drenagem pluvial desempenha papel fundamental para o bom funcionamento do bairro, principalmente em períodos com grandes quantidades de chuvas”, destacou.

O vereador também ressalta que os moradores do bairro solicitam transporte coletivo, pedindo que sejam reestruturadas as linhas de ônibus do bairro São Gabriel e Bom Retiro, para atender a população desta localidade. “Para se ter acesso ao serviço público é necessário caminhar mais de dois quilômetros, o que coloca em risco a vida e segurança da população. Mediante os apontamentos, volto a solicitar que o Departamento de Trânsito averigue a necessidade da demanda da população”, enfatizou Edemilson.

Residencial Jardim Botanico de Salto 02

Área particular abandonada No jardim Bom Retiro, verificou a existência de uma área particular com cerca de 22 m², com frente para a rua Santa Maria Goretti, onde seria construído o Residencial Jardim Botânico de Salto - em 2015 no lançamento do projeto foi construído um Stand de vendas, incluindo modelos de apartamentos decorados para apresentar aos clientes, porém o projeto não se efetivou e o local ficou abandonado, sendo depredado por vândalos.

Diante desta situação, o vereador pediu que a Prefeitura de Salto notifique o proprietário do local, uma vez que o antigo stand se transformou em um local perigoso, principalmente no período noturno, onde pessoas se encontram para consumir drogas e traficar, além de outros atos ilícitos, apontando a necessidade de obrigar os responsáveis a tomarem providências, seja efetuando a demolição ou o fechamento da propriedade.

*Com fotos e informações do vereador Edemilson Pereira dos Santos.