Vereadores denunciam aos órgãos ambientais o forte odor que tem atingido Salto

vereadores-denuncia-site

Salto, 25 de julho de 2018

Na terça-feira, dia 24, os vereadores Edemilson Pereira dos Santos, Márcio Conrado, Cícero Granjeiro Landim, José Benedito de Carvalho “Macaia” e Celso Charnoski “Alemão do Santa Cruz” encaminharam ofício ao Ministério Público do Estado de São Paulo e a vários órgãos ambientais, como as Secretarias Municipais de Meio Ambiente de Salto e Itu, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, a Gerência Ambiental da Cetesb de Itu e a Diretoria de Controle e Licenciamento Ambiental da Cetesb de São Paulo, a respeito do forte odor que vem atingindo a cidade de Salto.

“Mais uma vez, a cidade de Salto é atingida pelo forte odor na atmosfera por empresas da região, que estão contrariando as normas legais e regulamentares pertinentes, incidindo em crime ambiental previsto na Lei nº 9.605/98, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências”, destacam os vereadores, que solicitam apuração de eventual impacto ambiental de atividade potencialmente poluidora, contrária às normas legais e regulamentares pertinentes, por empresas que trabalham nas cidades de Salto, Itu e Cabreúva com óleos lubrificantes e graxas para os segmentos industriais e automotivos e serviços de refino de óleos.

Os representantes do Legislativo saltense enfatizam que é necessário um monitoramento das condições de qualidade do ar e levantamento dos aspectos ligados à poluição atmosférica, tendo em vista que as ocorrências constantes já vêm causando problemas de saúde, principalmente respiratórios, prejudicando a saúde das pessoas e o meio ambiente. “O cheiro é insuportável, dá dor de cabeça e mal estar. Nossa população não aguenta mais essa poluição atmosférica”.

Na noite de segunda-feira, dia 23, os vereadores Edemilson e Alemão, juntamente com o secretário de Meio Ambiente de Salto, César Piva, fizeram uma visita às margens da rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, após várias denúncias de cidadãos moradores de Salto que passavam pelo local e afirmam que o mau cheiro é constante. “O forte cheiro atingiu a região de Salto, com relatos de várias localidades, a partir das 18h do dia 23, prosseguindo até por volta das 20h30”, explicam os vereadores no ofício, acrescentando que o cheiro é bem similar ao que invade Salto.

*Com fotos e informações dos vereadores Edemilson Pereira dos Santos, Márcio Conrado, Cícero Granjeiro Landim, José Benedito de Carvalho “Macaia” e Celso Charnoski “Alemão do Santa Cruz”.