Edemilson, Márcio e Cícero vão à Assembleia Legislativa e ao Departamento de Águas e Energia Elétrica pedir providências em relação ao Rio Tietê

Cicero-Marcio-Edemilson-Sao-Paulo-1-site

Salto, 04 de julho de 2017

Após denúncia na Promotoria Pública do Meio Ambiente, os vereadores Edemilson Pereira dos Santos, Márcio Conrado e Cícero Granjeiro Landim estiveram nesta terça-feira, dia 04, na Comissão de Meio Ambiente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) e no DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo), ambos na capital paulista, pedindo providências em relação ao crime ambiental sofrido pelo Rio Tietê nos últimos meses.

“Através de ofícios com vídeos, fotos e reportagens, estamos solicitando que sejam apuradas as responsabilidades administrativas, penais e cíveis, para quem de direito, a ressarcir os prejuízos causados ao meio ambiente. Estamos solicitando que as concessionárias de serviços de energia e saneamento façam a remoção de todos os lixos acumulados na Barragem Edgard de Souza, em Santana de Parnaíba, na Barragem de Rasgão, no município de Pirapora do Bom Jesus, e na cidade de Salto, na Usina de Porto Góes, e encaminhados para o devido destino, o aterro sanitário”, destacam os vereadores.

Cicero-Marcio-Edemilson-Sao-Paulo-2-site

“Nosso rio Tietê não suporta mais tanto lixo, entulho e degradação. Rogamos em nome da população saltense o apoio para a busca de alternativas e soluções para o problema da progressiva degradação ambiental. O impacto está na fauna e na flora, e esse descaso não interfere só na natureza, mas na qualidade de vida da sociedade como um todo”, enfatizam.

*Com fotos e informações do vereadores Edemilson Pereira dos Santos, Márcio Conrado e Cícero Granjeiro Landim.