Edemilson e Cícero pedem que proprietários de terrenos com mato alto no bairro Itaguaçu sejam notificados

Edemilson-Cicero-Itaguacu-1

Salto, 31 de maio de 2017

Os vereadores Edemilson Pereira dos Santos e Cícero Granjeiro Landim encaminharam, nesta segunda-feira, dia 30, um ofício ao secretário de Governo de Salto, Gilmar Mazetto, solicitando sua intervenção junto à Secretaria de Meio Ambiente para a notificação dos proprietários das glebas ao lado do bairro Itaguaçu. A vizinhança das ruas Cariris, Caiapós e Tamoios reclama do mato alto. Já os moradores das vias Guaranis, Caetés, Guararapes, Goitacazes e Guaianazes sofrem também com a consequência do abandono do local. Às margens da linha férrea, a situação também é critica.

“O mato alto tomou conta e serve de esconderijo para criminosos. O problema é que, devido ao abandono do local, muitos marginais vêm para esta região, pondo em risco a vida dos moradores. Esse matagal também favorece a ação de criminosos que, após cometerem roubos, se escondem dentro do mato, sem falar dos focos de mosquitos da dengue, assim como carrapatos, caramujos, aranhas e cobras têm tirado o sossego dos moradores e isso faz parte do retrato do descaso, sem falar da desvalorização dos imóveis e da exposição a doenças”, diz o texto do ofício.

Edemilson-Cicero-Itaguacu-2

“São dezenas de reclamações ao governo municipal para notificar os responsáveis pelo abandono, porém nada está sendo feito. Portanto, a prefeitura precisa ser mais ativa e trabalhar para que alguns não sofram as consequências do descaso de outros, afinal esses locais são rotineiros da polícia como ponto de esconderijo para criminosos que agem no local”, finaliza o documento.

Com fotos e informações do vereador Edemilson Pereira dos Santos.